Seedtown: Mangá Sci-fi nacional chega ao Catarse

O quadrinista Felipe Fox, lançou o projeto Seedtown no Catarse visando financiar seu primeiro mangá.

Desde o começo do site Japan Zone tínhamos a premissa de poder ajudar a divulgar diferentes projetos nacionais e dos nossos próprios projetos como foi o Zonecast, Animezona e outros. E fico feliz em saber que por mais que o mercado nacional de mangás tem muito pouco espaço para autores independentes, existem criadores de conteúdo corajosos que se arriscam nesta dura empreitada que é tocar um projeto de mangá completamente nacional.

E desta vez estamos aqui para apresentar o quadrinho de Felipe Fox, chamado SeedTown – A Última Terra Fértil, confira maiores detalhes logo abaixo e se possível apoiar o projeto, assim podemos amadurecer o mercado interno e quem sabe, futuramente, você possa iniciar o seu próprio projeto de quadrinhos.

Release

Seedtown – A Última Terra Fértil é um mangá seinen de ficção científica no subgênero “Dieselpunk” que conta a história de Aiko, uma inocente garota que é lançada em um mundo distópico para realizar o maior desejo de seu finado avô: alcançar a última terra fértil e plantar as últimas sementes de arroz do mundo. Uma jornada que confrontará seus valores e a apresentará a personagens únicos como o robô Oby, um autômato coletor de lixo radioativo que possui uma falha curiosíssima em sua inteligência artificial.

Seedtown é sobre como Aiko manterá seus valores e essências num mundo que, de tão corrupto e decadente, está lá fora só pra destruir tudo isso. E se essa luta vale ou não a pena.

Sinopse

“Aomori, Japão, 2198. A humanidade ainda se arrasta sobre o planeta. Tempestades solares fuzilaram a eletricidade e o consumo desesperado do homem acabou por esgotar a flora e a fauna que, junto a radiação inserida pelos eventos solares, inutilizaram a terra. Não há mais plantações. Não há mais alimentos naturais. A tecnologia é atemporal e movida a KBNNO radioativo, um mineral sintético produzido pelas Industrias Perovski , capaz de produzir energia elétrica. Nesse cenário, Aiko parte em uma jornada rumo à Seedtown, a última terra fértil do mundo localizada no interior do Brasil, para plantar as últimas sementes de arroz cultivadas pelo seu falecido avô, além de enfrentar desconhecidos perigos desse mundo em falência, imoral e desregrado. Porém, alianças inusitadas entre Aiko e personagens curiosos desse novo mundo a ajudarão em sua viagem rumo à manutenção da vida e do que resta da honra e dos valores familiares.”

O quadrinista Felipe Fox, de Uberlândia – MG, lançou o projeto no Catarse visando financiar seu primeiro mangá. Esta é sua estreia como profissional e a tentativa de realizar o sonho de ter sua primeira história publicada. Ele apresenta uma produção que envolve técnicas tradicionais de desenho, como arte-final com pena e nanquim, e construção de imagens utilizando modelagem 3D.

Algumas páginas do projeto Seedtown – A Última terra fértil

Detalhes

O livro tem 160 páginas no formato 13,5 x 20,5 cm em papel Polen Soft 80 g/m2 em PeB e capa em Cartão Supremo DuoDesign com cores 4 x 0 e lombada Quadrada.

Para apoiar acesse: www.catarse.me/seedtown

Apoio básico: R$25,00 (Exemplar impresso + Cartão Postal + frete incluso)

Meta: R$ 5.000

Encerramento da campanha: 01/09/2017 às 23h59m59s

APOIO + INFORMAÇÕES no link: https://www.catarse.me/seedtown